4.7.10

Respeito já!

Quando analisamos o cenário da mídia brasileira percebemos que os meios de comunicação, salvo algumas exceções, constantemente infringem o artigo 5º da Constituição Federal, ao utilizarem-se da vida alheia para alcançarem maior audiência, transformando tragédia em produto.
Com o fim da ditadura militar, juntamente com a censura, caiu a qualidade de muitos programas jornalísticos. Hoje vemos casos como o da menina Eloá, que durante os dias em que ficou encarcerada, teve, além do cerco dos policiais, o da mídia que utilizava o seu sofrimento e o de sua família, para vender mais. E, quando ocorreu o triste desfecho, tal qual em um circo, a mídia desmontou seu "picadeiro", para montá-lo em outro lugar.
E os exemplos não param por aí; todos os dias a mídia utiliza-se de casos semelhantes para conseguir o tão esperado lucro. No tempo em que os militares governavam o país, víamos trabalhos de uma qualidade ímpar e uma criatividade invejável. Não é questão de defender a ditadura, de modo algum, mas é que é estranho que depois de termos conquistado a liberdade de imprensa, nossos veículos de informação tenham tido uma considerável queda de qualidade. Aonde foi parar aquela criatividade usada para driblar a censura?
Entretanto, há canais de televisão, jornais, rádios e páginas na internet onde vemos a notícia sendo mostrada de fato, sem alienação ou sensacionalismo, de modo respeitoso. Trabalhos de boa qualidade os quais parecem parecem fragmentos de tempos passados.
Tais circunstâncias sugerem que é possível existir liberdade de informação sem que haja abusos. Basta um esforço maior por parte dos meios de comunicação, um maior compromisso com a notícia e o respeito à vida alheia, caso isso ocorra, o Brasil só terá a agradecer.

2 comentários:

Ila Gabriela disse...

Oie amanda to akii te seguindo tambem =D....Ameiii mt sua visão de mundo mt parecida mesmo com a minha, assim como vc tambem me questiono sobre tais temas revoltantes, como sua pergunta até acho q eles ultizam mesmo toda sua criatividade buscando cada vez mais alienar a população em busca de dar juz ao nome q está na bandeira nacional, Ordem e Progresso (ordem para os pobres e Progresso para os ricos _literalmente)....
Amei te conhecer mesmo q agente nem se fale no colégio (y) Mentira quero falar com vc lá
:)
Parabéns!

Amanda disse...

Ahh obrigada!
que bom que gostaste :D