21.1.11

Entrevista - Thiago Rossi

Então, é a primeira entrevista do blog \o/
É com nada mais, nada menos, que o primeiro autor parceiro do blog, Thiago Rossi, autor de Os Contos de Vlad. O Thiago foi super gentil e respondeu as minhas perguntinhas por e-mail =D



1- Então Thiago, conta um pouco de ti.
Bem, sou mineiro de Barbacena, formado em Comunicação Social e pós-graduado em Gestão Cultural. Nasci na terça de carnaval de 1985, flamenguista e me considero uma pessoa de hábitos simples. Gosto de filmes antigos, desenhos antigos e seriados antigos. Apaixonado por história e gosto de escrever, o que já deu pra reparar, né?!

2- Quando foi que surgiu tua paixão por livros?
Não sei bem, vez por outra me pego lendo. Mas acho que começou com o livro Meu Pé de Laranja Lima, de José Mauro de Vasconcelos, é uma história muito bonita, que eu tive acesso quando ainda estava nos primeiros anos do Ensino Fundamental, e que até hoje me marca muito.

3- E o interesse em escrever?
O interesse em escrever surgiu durante a leitura de Memórias Póstumas de Bras Cubas. Durante a leitura me veio a ideia de um livro de memórias de um vampiro brasileiro, obra que ainda não publiquei e que vive guardada em uma das minhas gavetas. É uma estória cômica, e que após alguns retoques, pretendo lançar.

4- De onde surgiu a ideia para escrever Os Contos de Vlad?
Vlad surgiu da inspiração de personagens como James Bond, Sherlock Holmes e Clark Kent, além de forte influência dos filmes de Hitchcock, mas com jeito brasileiro. Queria um personagem brasileiro, resolvendo enigmas e mostrando que um filho desta terra tupiniquim pode sim, ser tão bom quanto os detetives ingleses, franceses, belgas, etc...

5- É o teu primeiro livro? Tens mais algum projeto por vir?
Sim, é o primeiro livro que lanço, mas tenho vários projetos para outros, o que incluem o vampiro, tem um outro de um cientista que ingressa num mundo imaginário e mais contos do Vlad, que aliás, já beiram os 20, além de dois romances com o mesmo personagem.

6- Tu te baseaste em alguém para construir os personagens?
Apenas em alguns aspectos, o nome Vlad vem de inspiração ao jornalista Vladimir Herzog, do episódio da ditadura militar, já o Delega Faria, é baseado no ator Reginaldo Faria, quando o mesmo interpretava o detetive França, no seriado as Noivas de Copacabana.

7- Tem algum autor que te influencia? Se sim, qual?
Diretamente, não. Mas gosto muito dos livros do Eça de Queiros.

8- Como autor independente, o que tu achas do atual cenário da literatura brasileira?
Acho que os novos escritores quase não possuem espaço, existe uma valorização exagerada aos autores do passado e consagrados, o que impede que bons nomes e pessoas com trabalhos geniais não tenham espaço, um exemplo disso são os vestibulares, onde as faculdades e universidades insistem em exigirem a leitura de livros de autores do passado. Está certo, são obras que marcaram a história da literatura nacional e que retratam o estilo de uma época, mas por que não, entre três livros, não selecionar um autor novo que retrate a visão de nossa época atual?

9- Já entraste em contato com alguma editora?
Uma vez, com o livro do vampiro, mas houve muita demora na resposta. Confesso que a obra realmente precisa de uma revisão, mas no caso dos Contos de Vlad, resolvi não esperar por uma resposta e apostar na produção independente.

10- Como todo escritor, antes de tudo é um leitor, eu queria saber se tu tens algum livro favorito.
Sim, A Relíquia de Eça de Queirós. É uma leitura de crítica e reflexão, muito boa mesmo.

11- Thiago, muito obrigada pela entrevista, agora o espaço é teu, manda um recadinho para os leitores do blog.
Primeiramente agradeço o espaço no blog Amanda’s World e espero que todos gostem dos Contos de Vlad. Lembrando que os 5 contos do livro são inéditos, mas que os leitores podem acompanhar os casos A Cartomante e Os Caçadores de Lobisomens em: http://contosdevlad.blogspot.com ewww.barbacenaonline.com.br. Um abraço a todos, e obrigado.

Então pessoal é isso. Vou ficando por aqui, espero que gostem da entrevista, deu pra conhecer um pouquinho mais do Thiago né?
Beijos e até mais.

5 comentários:

Glaucea Vaccari disse...

Muito boa a entrevista.
É realmente ruim ver a falta de espaço que os autores nacionais tem. Mas é bom ver que estão surgindo cada vez novos talentos independete das dificuldades.
Personagem inspirado no Sherlock Holmes *-*

Te indiquei em 2 memes lá no blog
;*

Nanda Meireles disse...

Adoro entrevistas porque assim podemos conhecer bem melhor o autor.

Parabéns pela iniciativa *-*

www.fernandameireles.com

Jéssica disse...

Olá.
Gostei do seu blog. Pode seguir meu blog ?
http://amandhabella.blogspot.com/
Ficarei feliz em ver você lá no meu cantinho.

Bjoos ♥

Viviane Freitas disse...

Oi!
Gostei muito da entrevista com o Thiago, ele parece ter boas referências literárias, fiquei curiosa para ler o livro dele.
Beijos,
Vivi

Caue1507 disse...

muuito lgl a entrevista! bem lgl conhecer mais sobre os contos de vlad e o autor!^^ concordo com o lance dos vestibulares poderem pelo menos selecionar um autor nacional q está começando pois existem muitos livros nacionais ótimos, daria muito mais chances aos novos autores