4.1.11

[Resenha] O Vampiro da Casa ao Lado - Vinicius Barros

Aeee, primeira resenha de 2011 \o/
E é com enorme alegria que venho falar desse livro que tanto me encantou. Certo, ainda não é publicado, mas em breve será, afinal o Vini é um menino de apenas 13 anos (isso mesmo, 13), mas que tem um talento imenso.
Então, vamos ao que interessa: a resenha :D

Sinopse: Sendo líder de torcida, Sara Hanson é uma das garotas mais populares da escola (especificamente, a oitava) , mesmo contra sua vontade. Quando o misterioso, atraente e badboy Adam Night se muda para a casa ao lado, Sara e Adam se sentem incrivelmente atraídos um pelo outro, apesar de não deixarem isso muito claro com suas discussões. Quando começam a namorar, Sara e Adam se veem completamente apaixonados um pelo outro. Só há um problema : Adam esconde um segredo sombrio de Sara, e ela não irá descansar enquanto não descobri-lo. Mal sabe ela que Adam é um vampiro...


Sim, é mais uma estória de vampiros. Mas, é uma das mais diferentes que vi, a começar pela mocinha: Sara.
Ela é demais! Uma das personagens de estórias de vampiro com que mais me identifiquei.
Tem personalidade forte, é durona e, nem em pensamento, quer se tornar vampira ou deixar que Adam tome seu sangue (apesar dele burlar essa regra algumas vezes).
E Adam... ah, o que dizer de Adam? Lindo e insurpotável como todo bom personagem (sempre gosto desses), mas que no final revela um lado romântico que jamais poderíamos esperar. Fofo demais!
Sara e Adam estudam na Heatherfield School, que é onde se passa a maior parte da estória.
Ela tem uma melhor amiga chama Jill, e um ex-namorado-maluco, chamado Jake.
Tem um irmãozinho que fala com a mãe morta (medo) e uma insurpotável colega (porque também é líder de torcida) chamada Grace.
Certo, não vou falar mais por causa de spoiler.
Então, se você, assim como eu, adora uma boa estória de vampiro, vai adorar o Vampiro da Casa ao Lado.
Eu fico tão feliz de ver que os adolescentes estão escrevendo mais e cada vez mais cedo. E que, a literatura nacional está crescendo. Sim, como futura escritora, isso me deixa bastante feliz.
Ficou curioso? Se você quiser uma estória cheia de romance e aventura é só clicar aqui. Não custa nada conferir.
E, àqueles que ainda são preconceituosos só tenho algo a dizer: idade não mede talento.
Vamos ler pessoal, a literatura nacional agradece.
Beijos e até mais.

2 comentários:

Jusce disse...

Amanda,
Parabéns pela iniciativa de dar incentivo a quem tem talento. Ainda continua de pé a minha proposta de postar algo sobre seu livro (o seu primogênito rsrsr. Mande um email para jrodriguesmariano@gmail.com.

Amanda disse...

Certo, vou mandá-lo por e-mail.
Mas, não sei se vais gostar, porque é meio adolescente demais shaushuas
beijão