17.9.11

[Resenha] Estigmas da Luz - Liana Cupini

Título: Estigmas da Luz (Luz e Escuridão #1)
Autora: Liana Cupini
Número de páginas: 320
Editora: Above
SinopseAurora é uma garota que apenas deseja ter uma vida normal, depois de ter passado os últimos dois anos internada em uma clínica para o tratamento de uma doença enigmática. Ela acorda de um sonho estranho, e se vê em um lugar diferente, uma ilha misteriosa cercada de desconhecidos. Seu irmão gêmeo, Tomas, que sempre se sentiu um prisioneiro na horrível clinica, vê naquela fuga a salvação, mas a reação da irmã ao descobrir seu plano é a pior possível e isso pode colocar tudo em perigo. Eles conhecerão Sarah, a chefe do Sentinela, que é apenas uma menina. E Gale, dono dos olhos verdes que guiaram a Aurora em seu sonho, e que logo conquista a amizade e confiança da garota. Mas nada naquela comunidade parece ser normal. Tomas terá que provar para a Irmã que o impossível pode acontecer bem diante dos olhos dela, mesmo que ela ainda não consiga roubar as cores como ele. E o que para uns é um dom, para outros é maldição. Segredos, mentiras e pecados por anos escondidos do mundo terão de ser revelados, agora que a luz foi despertada. “Descubra os Segredos Celestiais, descubra um novo mundo”

Eu comecei a ler esse livro acho que lá pelas onze horas da noite. Eu ia ler as três ou quatro primeiras páginas, só para ter uma noção da história, mas não consegui parar. Quando vi já estava na metade!
O livro conta a história de Aurora - também conhecida como Lola - e seu irmão gêmeo, Tomas que passaram os últimos dois anos internados na clínica do Dr. Kuan, para o tratamento de uma suposta doença de pele.
Até que, com a ajuda dos Sentinelas, eles conseguem escapar do local, indo refugiar-se na ilha dos primeiros.
Aurora não gosta do fato do irmão ter tomado a decisão sem consultá-la, mas Tom está tão encantado que faz de tudo para convencer a irmã de que eles estão no lugar certo e que o Dr. Kuan só queria usá-los. É no local que ele conta para irmã que eles nunca estiveram doentes, que o que eles tinham de fato, era um dom.
Mas, ainda assim, Aurora não se sente confortável nesse local estranho, com essas pessoas estranhas... Com Sarah, com Lucas... Exceto Gale, que é o único com quem ela simpatiza e que a faz se sentir bem ali.
E lá, na ilha, ela aprende sobre a história daquele povo e começa a tomar decisões que vão mudar o seu destino e irão fazê-la se questionar quem de fato está certo: Dr. Kuan ou os sentinelas?
Eu realmente me encantei com o livro.
É, completamente diferente de tudo que já li. Uma história totalmente nova e encantadora, Liana realmente está de parabéns.
Ela conseguiu amarrar a história direitinho e a cada descoberta eu me surpreendia tanto quanto a Aurora. Mesmo.
Por falar na Aurora, eu gostei bastante dela. Confesso que no início eu a achei uma chata, por não estar compartilhando da euforia do irmão, mas no decorrer do livro percebi que talvez ela esteja certa. Não sei, ainda estou na dúvida haha
Mas o personagem que mais me cativou foi o Tomas. Adorei o jeitinho otimista e feliz dele. Mesmo. Achei seu dom super inusitado e me admirei da forma como ele encarou tudo isso. Acho que no lugar dele, eu ficaria apavorada!
Também gostei muito de personagens que surgiram no decorrer da história, como Yuki, filho do Dr. Kuan e também médico. Ele confundiu totalmente minha cabeça e me fez fazer inúmeros questionamentos sobre quem era, de fato, o lado certo nessa história.
Dos sentinelas, eu gostei mais do Gale. Apesar de achar ele muito... parado, indeciso. Medroso, pra falar a verdade. Leiam e saberão o porquê rs.
Os outros Sentinelas eu gostei também, no início, mas no final eu já não sabia de mais nada.
Como perceberam o livro da Liana é completamente envolto em mistério. Nos fazemos inúmeros questionamentos o tempo todo e, bom, quando chega ao final, esses questionamentos aumentam mais ainda.
Sério, quando eu terminei pensei "não, eu quero mais!". Como é o primeiro livro da série, eu já esperava por isso, mas não pensei que fosse ficar tão maluca pela continuação.
A única coisa que me incomodou um pouco é que em algumas partes a narrativa é um pouco corrida. Não atrapalhou o entendimento e o andamento, mas acho que alguns fatos poderiam acontecer um pouco mais devagar.
Mas, em suma, o livro é excelente.
Tem mistério e romance na medida certa e te prende do início ao fim.
É uma história completamente inovadora, bem escrita e que com certeza entrou para os meus favoritos.
Liana, quero a continuação logo hein!

Beijos e até a próxima.